ÁREA DO EXPOSITOR
SEJA UM
EXPOSITOR

A Festa

A Festa Nacional do Chimarrão, carinhosamente chamada de Fenachim, é uma festividade que ocorre no município de Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul – Brasil. A festa que tem em sua essência destacar a cultura da erva-mate e o tradicional hábito gaúcho do chimarrão ocorre no mês de maio, de dois em dois anos, potencializando a economia, o turismo e o desenvolvimento da cidade do interior do estado gaúcho.

Desejada e planejada a partir de uma ambiciosa ideia, a Fenachim idealizada no início dos anos 80, veio para ir além e transformar a até então Festa Municipal do Chimarrão, instituída pela lei municipal 666, de 6 de maio de 1970, na grandiosa Festa Nacional do Chimarrão. Na época, o festejo da Festa Municipal do Chimarrão tinha como pretensão ser realizada de quatro em quatro anos, e mesmo sem um local próprio para sediar toda a programação, o evento se dividia em espaços da cidade como os Pavilhões São Sebastião Mártir, Sociedade de Leituras e o salão Gigante da Travessa. Embora tenha atingido o intuito de projetar o município a nível estadual, recebendo inclusive a visita do governador Synval Guazzelli em sua segunda edição, ocorreram apenas duas edições neste formato municipal, nos anos de 1971 e 1976.

Após dez anos da realização de suas edições municipais, o evento ganhou novas perspectivas. Um projeto encabeçado pelo então prefeito, Almedo Detternborn, e seu secretário do Turismo, Ari Vieira Marques, tinha como objetivo realizar, agora com local próprio, mais edições do festejo. Segundo o prefeito, a realização da primeira edição da festa contou com a ajuda de profissionais que já estavam habituados com a organização de festas municipais. Foi em visita, durante um encontro nacional de prefeitos realizado, em maio de 1985, em Balneário Camboriú -SC, que Almedo encontrou o estande da Festa da Cebola, de Ituporanga -SC e, inspirado naquilo, conseguiu trazer os organizadores da festa para a organização da 1º Fenachim.

As Soberanas

A escolha da Rainha da Fenachim iniciou em 1986 e, desde então, tem sido um dos pontos mais importantes da festa. A beleza, a simpatia, o carisma e o trabalho dos que aqui vivem está representado na figura das soberanas, escolhidas, também, para divulgar a festa nas demais regiões do país.

Conheça todas as mulheres que já deixaram seu nome na história da festa: